As motocicletas vêm ganhando cada vez mais popularidade em todo o Brasil por serem mais práticas e ágeis que os carros. O preço mais acessível, o prazer de pilotar e a utilidade no trabalho muitas vezes são os aspectos que mais estimulam centenas de pessoas a optarem por uma moto como meio de transporte. Entretanto, não é todo mundo que possui um bom dinheiro para a aquisição do automóvel. Abaixo, veja dicas de como evitar erros comuns e economizar na compra.

Mesmo ainda sendo pouco conhecido entre os brasileiros, uma das formas mais eficazes de conseguir ótimos preços em motocicletas é através dos leilões. Alguns sites especializados permitem que o comprador participe pela internet, com segurança e garantia de um veículo de qualidade.

O usuário precisa realizar um cadastro e ir até o pátio para fazer a vistoria do veículo. Entretanto, o comprador poderá fazer os lances do conforto de sua casa, sendo assim uma maneira prática, rápida e eficiente de conseguir uma boa motocicleta.

Modelos

Algumas pessoas almejam comprar uma moto para poder andar pela cidade, sem a intenção de fazer grandes viagens. Nesses casos, optar por um modelo de veículo menor pode ser o ideal, pois eles costumam ter um preço mais baixo e gastam menos combustível.

No entanto, as motos mais robustas são ótimas opções para as pessoas que gostam de inesquecíveis aventuras ou que transportam cargas. Avalie o veículo e opte por um modelo que melhor atenda às suas necessidades. Evite optar por motocicletas que tenham mais que o necessário para você, essa pode ser uma das melhores alternativas para economizar na hora da aquisição.

Financiamento

O pagamento à vista é uma das opções mais seguras e eficientes na hora de comprar um automóvel, porém, nem todas as pessoas interessadas em adquirir uma motocicleta possuem condições de fazer o pagamento de uma só vez. Sendo assim, o financiamento pode ser a solução para que você não tenha altos gastos com o veículo.

Uma das dicas mais importantes é colocar no papel todos os gastos que você terá a médio prazo. Lembre-se: quanto maior o valor da parcela de entrada, menor será o valor das demais parcelas, e os juros sairão mais baixos.

Evite empréstimos

Caso você precise de um determinado valor para completar a parcela de entrada ao fechar a compra da motocicleta, prefira negociar com concessionários. Evite realizar empréstimos com os bancos, pois os juros são altos – o que poderá trazer dificuldades quando for fazer o pagamento. Na maioria das vezes, os empréstimos acabam sendo mais uma dívida do que uma solução. Por isso, verifique com cuidado as suas possibilidades de compra e faça o possível para evitar ainda mais gastos.

Desconfie

É essencial que você desconfie de preços que estão muito baixos e de quilometragens pequenas. Se possível, quando for avaliar o estado e valor da moto, leve alguém que conhece melhor o modelo ou que trabalha na área.  Dessa forma, você poderá evitar prejuízos tanto na compra quanto futuramente.

Outra dica é que você exija do vendedor os documentos e manual da moto, pois lá você encontrará os registros de revisões feitas em concessionárias, fornecendo assim um histórico de uso do veículo.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

*